Não Há Um Novo Partido dos Panteras Negras: Uma Carta Aberta da Fundação Huey P. Newton

Título original: “There is No New Black Panther Party : An Open Letter From The Dr. Huey P. Newton Foundation” Tradução de Henrique Rozena, do 100Flores. Texto no Medium em: https://medium.com/@100flores/n%C3%A3o-h%C3%A1-um-novo-partido-dos-panteras-negras-uma-carta-aberta-da-funda%C3%A7%C3%A3o-huey-p-newton-1aa55b0940b0 “Em resposta aos diversos pedidos de indivíduos procurando informações sobre os ‘Novos Panteras Negras’, a Fundação Doutor Huey P. Newton traz essa publicação para corrigirContinuar lendo “Não Há Um Novo Partido dos Panteras Negras: Uma Carta Aberta da Fundação Huey P. Newton”

Lula foi solto: e agora?

O ex-presidente Lula, que estava preso por conta do caso do Triplex, teve seu alvará de soltura expedido hoje, por conta de uma decisão do STF em considerar culpados apenas aqueles que estão na fase “Trânsito Em Julgado“, que é quando não cabe mais recursos. Nesse sentido, emergiu em massa uma grande euforia e entusiasmoContinuar lendo “Lula foi solto: e agora?”

O Pacifismo é anti-pacífico: e mata

O título do texto pode parecer estranho e, a primeira vista, a afirmação parece logicamente impossível, já que defender o pacifismo supostamente significa ser a favor de um mundo pacífico. Nesse sentido, é necessário esclarecer qual o real sentido da afirmação em questão. O pacifismo é, antes de mais nada, um moralismo. Mas o quêContinuar lendo “O Pacifismo é anti-pacífico: e mata”

Do Equador ao Chile: o povo toma as ruas

Por Vinícius Fontoura A América Latina vem amanhecendo com ondas cada vez mais fortes de luta popular. Nesse cenário, dois países merecem destaque aqui: Equador e Chile. Ambos os países demonstraram (e demonstram) o poder do povo organizado contra o governo, fazendo surgir e levantar multidões na luta contra medidas de cortes e decretos queContinuar lendo “Do Equador ao Chile: o povo toma as ruas”

Por que é impossível ser neutro ideologicamente?

É muito comum observar indivíduos que se afirmam “apartidários” ou “isentos ideologicamente” frente a diversas questões que existem em nossa sociedade. Normalmente querem apenas tentar mostrar que estão sempre abertos para novas perspectivas e que, portanto, não se encaixam em nenhum tipo de espectro ideológico acerca da realidade. Nesse texto, será elucidado o porquê dissoContinuar lendo “Por que é impossível ser neutro ideologicamente?”

A fórmula da ideologia dominante

Por João Neto Pitta Hoje ensinaremos a receita de como transformar uma série de pessoas com pouco conhecimento sobre política em um rebanho governado pelo ódio ao comunismo. 1) Coloque correntes teóricas visivelmente distintas como sendo pertencentes a mesma tradição filosófica, depois culpe a “dialética” pelas diferenças evidentes entre elas. De preferência, sigam o métodoContinuar lendo “A fórmula da ideologia dominante”

O que há de errado com a ideia de renda básica universal?

Paul CockshottTradução de Fred Paganin Gonçalves O movimento de esquerda ainda está preso em uma conjuntura pós-soviética. Pelos últimos 25 anos tem se dado um hiato ideológico, faltando qualquer concepção clara de o que uma economia socialista de verdade seria. A derrota do socialismo até então existente na Europa obviamente paralisou os partidos comunistas eContinuar lendo “O que há de errado com a ideia de renda básica universal?”

O problema é muito maior que o Bolsonaro

Após o fim do poder moderador, houve um vácuo de poder que historicamente foi preenchido pelas forças armadas. Ora, sempre que há abalo institucional, o exército entra em cena com o objetivo de pôr “ordem na casa”. Essa era a função de D. Pedro II, que toda vez que se via diante de alguma instabilidadeContinuar lendo “O problema é muito maior que o Bolsonaro”

Justiça decide, os réus da tragédia de Mariana não serão julgados por homicídio e Mészáros explica o motivo

De forma unânime, os desembargadores do TRF1 decidiram trancar a ação penal de 2016 quanto ao crime de homídio contra o executivos de Vale, Samarco e BHP Billiton devido à tragédia de Mariana. Desse modo, os executivos não serão mais julgados pelo júri popular – que julga crimes contra a vida -, tendo a açãoContinuar lendo “Justiça decide, os réus da tragédia de Mariana não serão julgados por homicídio e Mészáros explica o motivo”

David Harvey: “É o dinheiro quem controla o processo democrático, não as pessoas”

Ruan de Sousa GabrielTexto original aqui O geógrafo britânico, autor de “A loucura da razão econômica: Marx e a economia do século XXI” (Boitempo), defende reduzir drasticamente a influência do mercado na sociedade 1. O que é a “loucura da razão econômica”? Segundo a análise marxista, o capital é uma forma político-econômica contraditória: promete liberdadeContinuar lendo “David Harvey: “É o dinheiro quem controla o processo democrático, não as pessoas””