Como a URSS se tornou uma potência enquanto os EUA enfrentavam a fome

Gabriel Brasileiro (publicado originalmente em 13/11/2018) INTRODUÇÃO Após anos de imperialismo — ou neocolonialismo –destinado ao desenvolvimento econômico de nações capitalistas, as condições internacionais que propiciaram a Primeira Guerra Mundial foram criadas. E foi aproveitando o cenário de pós-guerra, com um resultado de eliminação de vidas humanas sem precedentes, que os Estados Unidos puderam ascenderContinuar lendo “Como a URSS se tornou uma potência enquanto os EUA enfrentavam a fome”

Entenda como crises financeiras se formam e destroem sua vida

Gabriel Brasileiro (publicado originalmente em 25/10/2018) Relações financeiras não são um fenômeno recente na história da humanidade. Contudo, a financeirização em larguíssima escala das relações econômicas ao redor do globo é um fenômeno bastante recente dentro da contemporânea ordem capitalista. Sendo denominado como capitalismo financeiro, portanto, tal fase atual do capitalismo. Certo que este modoContinuar lendo “Entenda como crises financeiras se formam e destroem sua vida”

Tudo o que você precisa saber sobre a crise na Argentina

Gabriel Brasileiro (publicado originalmente em 19/10/2018) Este texto tem como finalidade analisar relatório da CELAG — Centro Estratégico Latinoamericano de Geopolítica – chamado “Argentina: destino incierto para una crisis económica no heredada”, o qual diagnostica a atual crise argentina [1]. Traçando um paralelo com a teoria do imperialismo de Lênin, será também demonstrado como asContinuar lendo “Tudo o que você precisa saber sobre a crise na Argentina”

Entenda, em poucos passos, como os EUA estão entrando em sua próxima crise

Gabriel Brasileiro (publicado originalmente em 16/10/2018) Existe um componente essencial ao capitalismo, descrito por Marx em sua economia política, nomeado de exército industrial de reserva. Segundo ele, é essencial ao funcionamento desse modo de produção a existência de uma taxa natural de desemprego que funciona como um estoque de mão obra disponível aos capitalistas, o qualContinuar lendo “Entenda, em poucos passos, como os EUA estão entrando em sua próxima crise”

Não, amigo liberal, no capitalismo não há trocas voluntárias de verdade

A maioria dos adeptos à escola austríaca partem do princípio de que o capitalismo, em sua totalidade, nada mais é do que as relações de trocas entre os indivíduos, as quais são, supostamente, voluntarias. Não entrarei aqui no debate sobre o reducionismo que essa noção é, mas ponderarei sobre o “voluntarismo”. Liberdade, na acepção marxiana,Continuar lendo “Não, amigo liberal, no capitalismo não há trocas voluntárias de verdade”

Karl Marx, o mestre pouco falado de Keynes

Humberto Matos (publicado originalmente em 15/07/2018) John Maynard Keynes mudou o rumo da ciência econômica ao abrir margem para a concepção de moeda como dívida pública. Introduziu uma série de mudanças que alteraram o paradigma capitalista e, momentaneamente, salvou o capitalismo de si mesmo. Keynes era um liberal, um marshaleano da tradição marginalista(1). Entretanto, eleContinuar lendo “Karl Marx, o mestre pouco falado de Keynes”