Não Há Um Novo Partido dos Panteras Negras: Uma Carta Aberta da Fundação Huey P. Newton

Título original: “There is No New Black Panther Party : An Open Letter From The Dr. Huey P. Newton Foundation” Tradução de Henrique Rozena, do 100Flores. Texto no Medium em: https://medium.com/@100flores/n%C3%A3o-h%C3%A1-um-novo-partido-dos-panteras-negras-uma-carta-aberta-da-funda%C3%A7%C3%A3o-huey-p-newton-1aa55b0940b0 “Em resposta aos diversos pedidos de indivíduos procurando informações sobre os ‘Novos Panteras Negras’, a Fundação Doutor Huey P. Newton traz essa publicação para corrigirContinuar lendo “Não Há Um Novo Partido dos Panteras Negras: Uma Carta Aberta da Fundação Huey P. Newton”

Como o racismo americano influenciou Hitler

As raízes internas e externas do nazismo e de seu líder supremo. Medium: https://medium.com/@rntpincelli/como-o-racismo-americano-influenciou-hitler-7fc202b4b414 Por Alex Ross, na New Yorker. Tradução de Renato Pincelli. “A HISTÓRIA ENSINA MAS NÃO TEM ALUNOS”, escreveu o filósofo marxista Antonio Gramsci. Essa frase me vem à cabeça sempre que passo pela seção de História de uma livraria. Dizem alguns noContinuar lendo “Como o racismo americano influenciou Hitler”

Ditadura Militar: corrupção e falso moralismo

Um dos maiores mitos contados pelos falsos moralistas da direita brasileira é de que na época da ditadura militar-empresarial não havia corrupção, pois supostamente a educação rígida do militarismo impedia esse mal e vários outros que atentavam contra a “moral e os bons costumes“.  A Comissão Geral de Investigações (CGI) foi o principal órgão deContinuar lendo “Ditadura Militar: corrupção e falso moralismo”

Sobre verdades relativas e absolutas

Muito se pergunta: “Existem verdades absolutas?” E esse questionamento abre a possibilidade de diversas respostas com variadas formas de interpretação da realidade. Aqui, apresentaremos essa questão partindo do ponto de vista materialista marxista. Primeiro devemos compreender o que é ‘verdade’. Verdade é simplesmente aquilo que é real, ou seja, que existe enquanto tal, tem suaContinuar lendo “Sobre verdades relativas e absolutas”

A doença quântica da modernidade

A física quântica, ao surgir dentro do espaço científico, abriu novas possibilidades não só para a compreensão da realidade, mas para a transformação da mesma. Entretanto, como ela não está desarticulada das relações sociais capitalistas e, portanto, é permeada pelos condicionamentos correspondentes às mesmas, é muito utilizada para fins diferentes de sua importância e magnitudeContinuar lendo “A doença quântica da modernidade”

Mostra análise estatística: Não há evidência de fraude ou irregularidade nas eleições bolivianas

Matéria original aqui Washington, DC – A análise estatística dos retornos e folhas de registro das eleições das eleições da Bolívia em 20 de outubro não mostra evidências de que irregularidades ou fraudes tenham afetado o resultado oficial que deu ao Presidente Evo Morales é uma vitória da primeira rodada, dizem pesquisadores e analistas do Centro de PesquisaContinuar lendo “Mostra análise estatística: Não há evidência de fraude ou irregularidade nas eleições bolivianas”

Lula foi solto: e agora?

O ex-presidente Lula, que estava preso por conta do caso do Triplex, teve seu alvará de soltura expedido hoje, por conta de uma decisão do STF em considerar culpados apenas aqueles que estão na fase “Trânsito Em Julgado“, que é quando não cabe mais recursos. Nesse sentido, emergiu em massa uma grande euforia e entusiasmoContinuar lendo “Lula foi solto: e agora?”

O cinismo de Paulo Guedes e o pecado original

Por Kayque Souza Quando Marx decide mostrar o capitalismo surgindo na história a partir de um processo de acumulação primitiva no qual expropria camponeses, servos, a igreja, etc, além de passar a limpo a ideia de um progresso na história ou de uma universalidade de interesses humanos que teriam um “acordo comum”, ele também passaContinuar lendo “O cinismo de Paulo Guedes e o pecado original”

O Pacifismo é anti-pacífico: e mata

O título do texto pode parecer estranho e, a primeira vista, a afirmação parece logicamente impossível, já que defender o pacifismo supostamente significa ser a favor de um mundo pacífico. Nesse sentido, é necessário esclarecer qual o real sentido da afirmação em questão. O pacifismo é, antes de mais nada, um moralismo. Mas o quêContinuar lendo “O Pacifismo é anti-pacífico: e mata”

Produção Humana: por um trabalho não-alienado

Por Pedro Nogarolli [Este texto é a continuação/resolução do texto Propriedade privada e alienação] Marx, em seus manuscritos de Paris, no capítulo “produção humana” faz a seguinte hipótese: suponha que produzíssemos como seres humanos, isto é, produzíssemos de forma não-alienada. Como isso seria? Em homologia direta ao trabalho alienado, partiremos para três aspectos desse trabalhoContinuar lendo “Produção Humana: por um trabalho não-alienado”