Não Há Um Novo Partido dos Panteras Negras: Uma Carta Aberta da Fundação Huey P. Newton

Título original: “There is No New Black Panther Party : An Open Letter From The Dr. Huey P. Newton Foundation”

Tradução de Henrique Rozena, do 100Flores.

Texto no Medium em: https://medium.com/@100flores/n%C3%A3o-h%C3%A1-um-novo-partido-dos-panteras-negras-uma-carta-aberta-da-funda%C3%A7%C3%A3o-huey-p-newton-1aa55b0940b0

“Em resposta aos diversos pedidos de indivíduos procurando informações sobre os ‘Novos Panteras Negras’, a Fundação Doutor Huey P. Newton traz essa publicação para corrigir distorções feitas na mídia por um pequeno bando de afro-americanos que se auto intitulam Os Novos Panteras Negras. Como guardiã da verdadeira história sobre o Partido dos Panteras Negras, a Fundação, que inclui líderes da época do Partido, denuncia o oportunismo desse grupo em relação ao nome e à história do partido. Ao falhar em encontrar sua própria legitimidade dentro da comunidade negra, esse grupo transfere o nome do Partido para si, algo que nós condenamos.

Membro do ‘Novo Partido dos Panteras Negras’ posa para foto com policial.

Primeiramente, os membros do Novo Partido dos Panteras Negras nunca foram membros do Partido dos Panteras Negras e não tem reivindicação legítima do nome do Partido. Pelo contrário, eles tentaram roubar os nomes e fingem andar sob o caminho trilhado pelos verdadeiros Heróis do Partido, como o fundador dos Panteras Negras, Huey P. Newton, George Jackson, Jonathan Jackson, Bunchy Carter, John Huggins, Fred Hampton, Mark Cark e tantos outros que deram suas vidas pela libertação do povo negro sob a bandeira do Partido.

Segundo, eles mancham o nome do Partido ao promover conceitos absolutamente contrários aos princípios revolucionários nos quais o Partido foi fundado. Seus supostos ataques midiáticos à Ku Klux Klan servem para incitar o ódio ao invés de resolvê-lo. O princípio fundamental do Partido, como Ernesto Che Guevara tão bem articulou, era: “Um verdadeiro revolucionário é guiado por grandes sentimentos de amor.”. Os Panteras Negras nunca foram um grupo de jovens militantes raivosos cheios de fúria contra a “ordem política branca”. O Partido operava através do amor pelo povo negro, e não do ódio pelas pessoas brancas.

Além disso, esse grupo afirma que irá “educar” a comunidade negra sobre autodefesa armada. A arrogância dessa afirmação é sobrecarregada por sua natureza reacionária. Negros, especialmente do Sul, estiveram armados pela autodefesa por muito tempo. De fato, a origem indireta do Partido em si foi a organização Deacons of Defense, com base em Louisiana. Porém, o Partido compreendia que a arma não era necessariamente revolucionária, já que a polícia e todas as forças opressivas também tinham armas. Era a ideologia por trás da arma que determinava a sua natureza.

Dado que o Partido acreditava que apenas as massas poderiam fazer a revolução, ele nunca presumiu que estivesse acima do povo. O Partido se considera um servo do povo e ensinava pelo exemplo. Com a fome massiva entre os negros, o Partido providenciou refeições gratuitas para crianças e outros programas de alimentação gratuita. Na falta de instituições médicas decentes na comunidade negra, o Partido coordenava clínicas gratuitas. Frente à brutalidade Policial, o Partido enfrentou e resistiu. Levando em conta o número esmagador de negros enfrentando julgamento e longas sentenças, o Partido desenvolveu apoio legal gratuito e programas para visitas à prisão.

A questão que a Fundação levanta é, então, quem são essas pessoas reivindicando a história e o nome do Partido? São provocadores reacionários, que instigariam atividades sem interesse para o povo, causando caos e mortes? São animadores que posam para a mídia, de acordo com várias fontes, com armas com pentes vazios, para se exibirem? Eles são, tendo em conta a história de um dos seu líderes, Khalid Muhammad, um grupo de antissemitas como a Ku Klux Klan, a qual eles supostamente se opõe? Quais são as pautas deles?

As condições para os negros na América hoje são piores do que quando o Partido dos Panteras Negras foi formado em 1966. Os negros continuam a viver na pobreza; taxas desproporcionais de negros morrem de AIDS e câncer, enquanto a mortalidade infantil das crianças negras continua sendo o dobro da das crianças brancas. Existe uma necessidade desesperada por uma agenda de libertação. O Partido dos Panteras Negras incontestavelmente deu o exemplo, defendendo princípios e a história que certamente deve ser adotada por todos aqueles lutando por liberdade. Ao invés de se apropriarem do nome do Partido, entretanto, grupos que alegam representar os afro-americanos deveriam seguir o exemplo histórico real do Partido. Na falta de tal comprometimento, a Fundação denuncia a usurpação do nome do partido dos Panteras Negras por esse bando questionável de líderes autoproclamados.”

Link para o texto original em: http://www.standardnewswire.com/news/668755359.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: