Socialista pode ter iPhone?

Por Vinícius Fontoura

Dos smartphones, serviços de streaming e os mais diversos aplicativos e facilidades para nosso cotidiano, o modo capitalismo trouxe muitos avanços, e Marx inclusive ressalta isso tratando do alto desenvolvimento das forças produtivas que este modo trouxe. Por outro lado, encontramos nas mais fracas argumentações o ponto de que “É socialista, mas tem iPhone” ou qualquer outra coisa envolvendo comunismo e possuir determinado bem. Qual a contradição nisso?

A resposta é curta e direta: nenhuma.

Não há absolutamente nada que diga respeito a alguém defender um modo de produção diferente enquanto utiliza de algum bem produzido >em< determinada sociedade. E ressaltamos o “em” porque esse mesmo bem também poderia ser produzido, por exemplo, em uma sociedade socialista.
Outro aspecto citado é o de que o “Fetichismo da Mercadoria” trataria justamente disso, já que o iPhone seria um smartphone mais caro que os demais, então a pessoa estaria colocando um “fetiche” sobre ele, o que implicaria em uma contradição para os comunistas.

Isso está absolutamente errado.

O Fetichismo da Mercadoria não trata de consumo, nem é uma crítica a este. Esse conceito trata da >produção< sob o modo capitalista. O Fetichismo é a ilusão que esconde o processo de exploração capitalista e as relações envolvidas na produção através da expressão da Mercadoria enquanto preço. É a substituição da essência (de todo trabalho gasto na produção) pela aparência (a simples expressão de determinada quantos de dinheiro).

Do mesmo modo, seria também estupidez contra-argumentar, por exemplo, um servo medieval que criticaria o modo servil porque este estaria utilizando de roupas e alimentos produzidos por este modo. Tal qual seria estupidez fazer o mesmo com um escravizado que se rebelasse contra o modo escravista por este estar usando ferramentas e roupas produzidas por este modo.

A crítica de Marx não é pautada em como um comunista deve ou não viver no capitalismo, mas sobre o modo de produção em sua totalidade, muito além do indivíduo.

Uma consideração sobre “Socialista pode ter iPhone?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s