Gabriel Brasileiro

Uma estratégia de dominação

O recente fortalecimento de George Soros à mídia oposicionista da Polônia traz à tona a estratégia, que não é nova, de dominação política e cultural de uma ideologia com apoio externo [1]. Enquanto país de capitalismo periférico, o Brasil está também totalmente sujeito a isso. Não apenas sujeito como de fato sofreu esse tipo de influência em sua história recente. Afinal, não foi por acaso que ideias liberais, com requintes de conservadorismo, ganharam de forma tão proeminente espaço no debate público, nas casas parlamentares e no próprio executivo nas últimas eleições. Havendo dois think tanks em atividade atualmente no Brasil que merecem atenção especial, devido ao agigantamento expressivo de seus respectivos raios de influência.

Instituto Millenium

Instituto Millenium, cuja sede encontra-se no Rio de Janeiro, é um think tank de viés liberal destinado a divulgar informações vinculadas a essa ideologia. Apologia acalorada à reforma da previdência, defesa do não aumento de tributos e divulgação biográfica de personagens liberais são exemplos de opções de leitura no cardápio de seu site [2]. Sua fundadora, Patrícia Carlos de Andrade, não esconde as pretensões revolucionárias dos think tanks liberais, ao dizer, em seu artigo intitulado “Revolucionando a agenda política”, que:

Enquanto isso, nos países desenvolvidos e nos emergentes mais bem-sucedidos, um novo ator tem ganho papel de destaque: o think tank. Trata-se de um centro de pesquisa que reúne acadêmicos, especialistas e operadores políticos de alto padrão para produzir e difundir idéias políticas e para formular políticas públicas, sua promoção e implementação por meio das mais avançadas técnicas de publicidade. A maioria possui identidade política clara, mas geralmente não tem vínculo partidário orgânico, uma característica que o distingue de outros grupos de estudos políticos. Tem sido particularmente importante para as forças políticas liberais e conservadoras, mas tem papel também para as social-democratas e social-cristãs. Inúmeros artigos publicados nos EUA e na Europa recentemente mostram que os think tanks foram fundamentais nas mudanças da agenda política. [3]

Ou seja, o Instituto Millenium nasceu com pretensões de sacudir o cenário político brasileiro através da estratégia ideológica da fomentação de ideias liberais por meio de think tanks, já usada extensivamente ao redor do mundo como medida de modificação da agenda política de países. Desse modo, com larga atuação de personalidades proeminentes com ótimo trânsito no meio econômico, jurídico, jornalístico e cultural, que são ou já foram membros, o instituto alargou sua influência. Ao ponto de um de seus intitulados fundadores hoje ser o braço direito do Presidente no que tange a nova identidade econômica do governo, o liberal Paulo Guedes [4]. Sim, Paulo Guedes. A maioria da população talvez não saiba de onde brotou a influência que o fez ser colocado no cargo que ocupa hoje. Mas seu vínculo com o think tank em questão, notoriamente, preenche essa brecha de dúvida. Nota-se, portanto, que os objetivos originais do grupo estão funcionando, conseguiram colocar um dos seus no mais importante cargo de gerência da economia do país. A influência externa do grupo advém de suas ligações com a Atlas Network,
uma ONG americana cujo principal objetivo é promover políticas econômicas em favor do livre mercado , da qual o Instituto Millenium é parceiro [5]. Além de, em 2018, ter ganho cadastro no Diretório Global de Think Tanks, uma iniciativa da Open Society Foundations [6], cujo fundador é alguém já conhecido por manipular o jogo político de países ao redor do globo, George Soros [7]. Diante disso, é impossível não ficar com as orelhas de pé.

Resultado de imagem para Paulo guedes
Paulo Guedes, atual ministro da Economia do Brasil.

Movimento Brasil Livre

O MBL foi outro think tank que ganhou notoriedade repentina. O que não foi por acaso. Certo que muitos membros do movimento receberam treinamento da Atlas Network, como consta em seu site:


Muitos membros do Movimento Brasil Livre passaram pelo principal programa de treinamento da Atlas Network, a Atlas Leadership Academy, e agora estão aplicando o que aprenderam no terreno em que vivem e trabalham.

“A Atlas Leadership Academy oferece diversos treinamentos com foco no desenvolvimento de missões, sabendo como alcançar seu público e a importância de obter impacto”, disse Cindy Cerquitella, diretora da Atlas Leadership Academy.  “Foi emocionante trabalhar com defensores da liberdade no Brasil e em 90 países em todo o mundo, e ainda mais emocionante vê-los colocando essas lições em prática.”

A Atlas Network trabalha com mais de 475 organizações de livre mercado em mais de 90 países. OArtes Pela Liberdade é apenas um dos vários parceiros da Rede Atlas que trabalham para derrubar as barreiras do Brasil à liberdade. [8]

A Atlas reconhece que tudo o que foi posto em prática a fim de derrubar o governo de Dilma Rousseff foi fruto de seu treinamento, o que indica que essa estratégia vem funcionando, sendo o MBL, portanto, um tentáculo importante dos interesses americanos no Brasil. Influência esta que foi aprofundada mais ainda nas últimas eleições, quando o movimento conseguiu eleger 4 deputados e 2 senadores, chegando até mesmo a cogitar a criação de um partido próprio [9]. Tendo ainda o seu talvez mais expressivo membro, Kim Kataguiri, sido nomeado como presidente da Frente pelo Livre Mercado, na Câmara, cuja finalidade é o apoio a pautas liberalizantes, como a flexibilização dos direitos trabalhistas, a reforma da previdência, a diminuição de tributos, dentre outras [10]. 

Resultado de imagem para Mbl
Kim Kataguiri ao lado de Renan Santos durante os protestos em favor do impeachment de Dilma Rousseff (Março de 2016)

O que fazer?

O capitalismo não se restringe apenas aos seus aspectos materiais, mas também aos seus aspectos ideológicos. Aspectos estes que precisam ser constantemente reforçados a fim de preservar a existência do modo de produção que legitima. É por isso que esses think tanks se fazem necessários para o establishment, pois são seu apoio ideológico. Não só isso, são essenciais também enquanto peças na movimentação do jogo político na prática. A estratégia vem dando certo, o que demonstra o quão necessária é uma frente socialista para resistir a essa escalada. Preencher espaços, fomentar debates, promover eventos, demonstrar os erros teóricos das ideias deles. Em suma, a esquerda socialista precisa evoluir e voltar a conquistar os espaços que vem perdendo. É uma guerra cultural.

REFERÊNCIAS

[1] EM ANO ELEITORAL, SOROS FORTALECE MÍDIA OPOSICIONISTA NA POLÔNIA. Brasil, 01 mar. 2019. Disponível em: <https://www.terra.com.br/noticias/em-ano-eleitoral-soros-fortalece-midia-oposicionista-na-polonia,da4b2750c3885b09e8ba46aca8051b837p45zedr.html&gt;. Acesso em: 04 mar. 2019.

[2] MILLENIUM, Instituto. Instituto Millenium. Disponível em: <https://www.institutomillenium.org.br/&gt;. Acesso em: 04 mar. 2019.

[3] ANDRADE, Patrícia Carlos de; VIOLA, Eduardo; LEIS, Héctor Ricardo. REVOLUCIONANDO A AGENDA POLÍTICA. 2005. Disponível em: <https://www.institutomillenium.org.br/artigos/revolucionando-a-agenda-politica-2/&gt;. Acesso em: 04 mar. 2019.

[4] MILLENIUM, Instituto. Especialistas e convidados. Disponível em: <https://www.institutomillenium.org.br/author/paulo-guedes/&gt;. Acesso em: 04 mar. 2019.

[5] NETWORK, Atlas. GLOBAL DIRECTORY. Disponível em: <https://www.atlasnetwork.org/partners/global-directory/latin-america-and-caribbean/brazil&gt;. Acesso em: 04 mar. 2019.

[6] MILLENIUM, Instituto. IMIL GANHA CADASTRO NO DIRETÓRIO GLOBAL DE THINK TANKS. Disponível em: <https://www.institutomillenium.org.br/blog/imil-ganha-cadastro-no-diretorio-global-de-think-tanks/&gt;. Acesso em: 04 mar. 2019.

[7] FOUNDATIONS, Open Society. A Open Society Foundations e George Soros. Disponível em: <https://www.opensocietyfoundations.org/explainers/open-society-foundations-and-george-soros/pt&gt;. Acesso em: 04 mar. 2019.

[8] NETWORK, Atlas. STUDENTS FOR LIBERTY PLAYS STRONG ROLE IN FREE BRAZIL MOVEMENT. Disponível em: <https://www.atlasnetwork.org/news/article/students-for-liberty-plays-strong-role-in-free-brazil-movement&gt;. Acesso em: 04 mar. 2019.

[9] APÓS ELEGER UMA ‘BANCADA’, MBL REDISCUTE ATUAÇÃO E COGITA PARTIDO. São Paulo, 21 nov. 2018. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/11/apos-eleger-uma-bancada-mbl-rediscute-atuacao-e-cogita-partido.shtml&gt;. Acesso em: 04 mar. 2019.

[10] KIM KATAGUIRI É ACLAMADO PRESIDENTE DA FRENTE PELO LIVRE MERCADO: “ESTÁ ESTABELECIDA A DITADURA DO KIM”. São Paulo, 19 fev. 2019. Disponível em: <https://www.revistaforum.com.br/kim-kataguiri-e-aclamado-presidente-da-frente-pelo-livre-mercado-esta-estabelecida-a-ditadura-do-kim/&gt;. Acesso em: 04 mar. 2019.


Anúncios

1 comentário »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s